Blogagem Coletiva · Cartas e Escritos

[Blogagem Coletiva]: A criança que eu era se orgulharia de mim?

Hoje parei para refletir acerca de quem eu era, do que eu gostava e como isso mudou ao longo dos anos… Claro, isso deve acontecer com várias pessoas mais cedo ou mais tarde, mas veio tão forte e tão de repente hoje, em mim, que foi inevitável.

Não sei se todos na vida já tiveram a oportunidade de ver o processo de limpeza de um frango, mas uma das etapas do processo é o “sapecar” que, basicamente, é colocar o frango já sem penas no fogo, processo muito realizado em frangos caipiras de forma manual.

Se fosse a alguns anos atrás, eu estaria amando ver isso, conseguiria assistir a esse processo por horas e depois degustar o frango com a maior naturalidade. Hoje não. Eu mudei (e isso foi apenas um exemplo disso). A criança que eu era em nada se parece com a mulher que eu estou me tornando. Isso até pode parecer assustador, mas é verdadeiro… Tão verdadeiro que dói.

A menina que eu fui – que parece até ser uma menina criada na minha cabeça – era autêntica e corajosa. Ela sempre era notada por onde ia e não se incomodava de não ser bem aceita. Aliás, ela não notava, pois era ingênua o suficiente para não entender a maldade por trás da ironia no tom de voz de quem não suportava ver a cara dela. Ela era inteligente e fazia questão em ter amizades com adultos, para aprender mais e mais. Essa era aquela criança que fui, mas deixei ir.

O tempo e os acontecimentos que ele trouxe mudaram aquela menina tão segura de si em alguém com medo, desconfiada e… Reclusa em si. Ela passou a copiar tudo que via, apenas por aprovação alheia. Ela passou a se perguntar mais “e se não gostarem de mim?”. Ela passou a ver a maldade no coração das pessoas ao seu redor e achou preferível se isolar. Ela deixou de fazer questão em escolher amizades que acrescentassem mais a ela. Ela se alterou.

O que mais é assutador disso é saber que aquela mesma menina é (ou era) quem eu sou hoje. Eu já passei por extremos os quais não quis passar, pois eles alteraram em muito a minha essência.

Talvez a pergunta principal nem seja se “a criança que eu era teria orgulho de mim hoje?”, mas seja justamente o contrário. A adulta que hoje eu sou se orgulha da criança que já foi?. A resposta a ela sempre será “sim”, agora só resta redescobri-la aqui dentro de novo, resgata-la de seu sono e trazer a tona a sua-minha essência. Se voltarei a gostar de ver esse processo e a comer frango novamente, não sei, mas de uma coisa tenho certeza: aquela menina se orgulhará de mim caso eu a resgate e esse é meu único objetivo.

 

13405694_593798927459409_1387255339_o

Anúncios

4 comentários em “[Blogagem Coletiva]: A criança que eu era se orgulharia de mim?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s