BEDA · Cartas e Escritos · Projetos e Apresentações

[Especial Páscoa #4] – O Teu Chamado

As vezes paro e passo a meditar em como seria minha vida se me tratasse como eu te trato. O que seria de mim se você se baseasse nas minhas emoções? Nas minhas instabilidades? Estaria perdida, em todos os sentidos.

Eu olho pra fora as vezes, ultimamente com uma frequência maior do que deveria, tenho que considerar. Sempre que lá olho vejo pessoas incríveis. Num mundo de selfies, likes, posts e imagens eu me sinto cada vez mais longe do padrão de santidade midiático. Sim, parece que a mídia tem definido qual o padrão de bom, santo e puro e muitas das vezes eu estou tão longe… Cada vez mais longe de ser o que eles são.

Jesus, eles são tão incríveis! Eles fazem coisas grandes em seu nome, ajudam o próximo, levam teu nome e propagam o Reino como você espera que eles façam, como você pediu que nós fizéssemos. Eu, ao contrário, me pego em momentos de indefinição, me pego em dúvida quanto a o que eu tenho que fazer, quanto a o que eu sou, quanto à obra que você fez em mim. É vexatório ao evangelho me ter como parte integrante da obra.

Muitos dos meus irmãos permanecem tão confiantes em Ti e eu me vejo em tantos momentos de instabilidade que me pergunto se tua missão é para mim também. Eu sou merecedora da obra redentora? Tua transformação me atingiu verdadeiramente? Tantas dúvidas e tanto trabalho a ser feito, como você reage com a minha insegurança? Eu no seu lugar já teria desistido.

E é aí que entra a Tua graça.

Pedro te negou três vezes e Você o amou. Saulo perseguiu todos aqueles que pregavam o Teu nome e Você o amou. Eu nego a Tua verdade transformadora e Você me ama. Estou no mesmo patamar de amor de grandes nomes do evangelho, nomes que orgulham os teus filhos -diferente de mim. Você me ama, independente das minhas crises e das minhas indecisões.

Você não me ama baseado no quanto eu me pareço com Pedro, Paulo ou João. Você não me ama baseado no quanto eu me pareço contigo. Você não me ama baseado no que eu sinto por Você. Você me ama. Você derrama da sua essência por mim independentemente do quanto dela eu retribuo a Você. Minha mente é limitada demais para perceber isso com plena clareza.

Você me convida a não olhar pra fora, pois Você está aqui dentro. Se é para dentro que eu devo olhar para te encontrar, é o que farei. Eu vou viver o Seu nome pra Te encontrar em mim.

Sua constância me convida a partilhar de um relacionamento onde Você continua a não se importar com minhas quedas emocionais, Você sabe que eu não sou perfeita. O Seu amor é. Você é e Você basta.

Obrigada, Papai. Obrigada por não medir Seu amor com base em mim ou nos meus irmãos. Obrigada por me conhecer e me amar incondicionalmente apesar da deformidade que eu sou, do que o meu pecado fez de mim. Obrigada por não medir esforços para me ter. Apenas obrigada, por Você.

Anúncios

3 comentários em “[Especial Páscoa #4] – O Teu Chamado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s